Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

⊙ A Morada dos Dias

{ Horizontes. Olhares. Rumos Cruzados. Palpitações. Compassos dos Dias. }

20
Mai13

TRIsteza para uns, orgulho para outros.

FELIZMENTE Jackson marcou e o Futebol Clube do Porto foi campeão sem ser à custa de um penalty fantasma. Ainda assim tem servido de desculpa. O FCP foi, na verdade, campeão quando o Benfica empatou com o Estoril e perdeu no Dragão. "Sacudir a água do capote" é demasiado fácil e demasiado português para ser levado a sério. Vítor Pereira, mal-amado, segue invicto como a cidade. Jesus, o bem-amado, volta a não ganhar, mas ainda assim foge da cruz. O FCP não é um campeão magnífico como o Bayern, por exemplo, mas é um campeão fruto de muito trabalho, empenho, uma boa dose de sorte e capacidade de gestão de um plantel curto demais para voos europeus. Não obstante, a glória chega a 27 graus.