Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

⊙ A Morada dos Dias

{ Horizontes. Olhares. Rumos Cruzados. Palpitações. Compassos dos Dias. }

⊙ A Morada dos Dias

{ Horizontes. Olhares. Rumos Cruzados. Palpitações. Compassos dos Dias. }

30
Mai13

Martim Neves

NÃO DIGO que Raquel Varela não tivesse razão no seu pensamento. Ponto assente que se encontrava na defesa dos trabalhadores têxteis e opondo-se à exploração capitalista da mão-de-obra no Bangladesh e afins, bem como à subvalorização da mão-de-obra portuguesa. Não obstante teve uma atitude agressiva em relação ao Martim, exagerada diga-se, pegando no elo mais fraco. Vale a pena perguntar onde terá sido feita a roupa que a dita tinha vestida. Dificilmente em Portugal. 
Sim, os salários na indústria têxtil em Portugal são baixos é um facto. São baixos aí como o são noutros setores do tecido produtivo português. O Estado Português, por seu turno, tem elevada quota de responsabilidade, porque nunca protegeu a indústria têxtil nacional, que diga-se de passagem é a melhor do mundo. 
A Europa, também ela, em nome de uma globalização mal pensada, deixou as várias indústrias entregues ao mercado livre, permitindo um deslocamento do setor têxtil, por exemplo, para a Ásia, assassinando os fatores produtivos europeus, aspeto que está na base da atual crise económica e financeira. A lógica do mercado global é impraticável quando emerge de noções díspares de condições de trabalho, salário, etc.
Obviamente que Martim não deitou por terra doutoramento algum, mas ao menos num ponto tem razão: melhor produzir em Portugal e gerar emprego do que seguir a onda fácil das multinacionais e produzir por uma malga de arroz.Chega? Não, mas é menos mau.

4 comentários

Comentar post

"E naquela casa, que ninguém conhecia a idade, era como se os dias não fossem dias".

Email | Blog Académico | Página Pessoal 

OS MEUS LIVROS

p-imdv.jpg

O livro está disponível para download aqui. COVER ULHT.JPG O livro está disponível para download aqui O livro está disponível para aquisição aqui O livro está disponível para aquisição através do email correio@cpcy.pt

UNS TANTOS