Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

⊙ A Morada dos Dias

{ Horizontes. Olhares. Rumos Cruzados. Palpitações. Compassos dos Dias. }

⊙ A Morada dos Dias

{ Horizontes. Olhares. Rumos Cruzados. Palpitações. Compassos dos Dias. }

06
Jun13

E a Liberdade, existe?

FRANK SINATRA cantou "I did it my way". A frase pode parecer cheia de nada, de uma banalidade extrema. No entanto, recordemos que a banalidade é discurso com nexo tornado axiomático. Na verdade, quantos de nós poderemos dizer que na vida fizemos as coisas à nossa maneira? Que diante das pressões inerentes à existência em sociedade quebrámos correntes, dissemos não ao status quo e trilhámos o caminho exatamente como queríamos, às nossas custas, responsabilidade e consciência? É uma pergunta que nos devemos colocar e estar preparados para a resposta, quando o coração palpitar e nos depararmos com as palavras de Johann Goethe: "Ninguém é mais escravo que aquele que se julga livre sem o ser".

"E naquela casa, que ninguém conhecia a idade, era como se os dias não fossem dias".

Email | Blog Académico | Página Pessoal 

OS MEUS LIVROS

p-imdv.jpg

O livro está disponível para download aqui. COVER ULHT.JPG O livro está disponível para download aqui O livro está disponível para aquisição aqui O livro está disponível para aquisição através do email correio@cpcy.pt

UNS TANTOS