Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

⊙ A Morada dos Dias

{ Horizontes. Olhares. Rumos Cruzados. Palpitações. Compassos dos Dias. }

17
Jun13

Vasto Mar de Sargaços

POR ESTES dias entreguei-me, com os pés molhados de uma água cor de espelho, à leitura de Vasto Mar de Sargaços de Jean Rhys. A narrativa que se faz em  retrospetiva com enfoque desviado face ao clássico de Charlotte Brontë Jane Eyre, transporta-nos à paisagem selvagem das Antilhas e ao pós-colonialismo, onde as tensões históricas sobressaem em animosidades e alguns estereótipos. Sem conter uma profundidade narrativa e psicológica tão densa quanto Mándálá de Pearl S. Buck, é contudo uma obra de grande valor ao colocar-nos no coração das fronteiras culturais, na busca do "eu" a meio das múltiplas identidades, e naturalmente os desencantos do amor e das relações.

 

→ sugestão de leitura: review no blogue Tantos Livros Tão Pouco Tempo.