Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

⊙ A Morada dos Dias

{ Horizontes. Olhares. Rumos Cruzados. Palpitações. Compassos dos Dias. }

11
Abr13

DesPesas do Estado

SEGUNDO o jornal 'Público', o ministro Vítor Gaspar pretende cortar já 600 milhões de euros nas despesas do Estado. O problema é que Gaspar, à imagem de tantos outros anteriores, não é habitado por coragem, pelo menos na mesma proporção da arrogância intelectual. Empresas autárquicas, consultores e firmas de advogados certamente ficarão de fora dos cortes. A arrogância professoral não se compadece com a decência e a coragem. Por isso, teremos: "mudanças na idade de reforma (para os 67 anos), a revisão tabela remuneratória da Função Pública ou a convergência entre os regimes da Caixa Geral de Aposentações e da Segurança Social." O aumento da idade ativa não traduz um acompanhar do aumento da esperança média de vida, mas, e não menos importante, resulta de uma leitura política das funções sociais do Estado: se as pessoas trabalharem até mais tarde é mais provável que faleçam antes de ter direito à reforma.