Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

⊙ A Morada dos Dias

{ Horizontes. Olhares. Rumos Cruzados. Palpitações. Compassos dos Dias. }

⊙ A Morada dos Dias

{ Horizontes. Olhares. Rumos Cruzados. Palpitações. Compassos dos Dias. }

17
Abr13

Edimburgo, o regresso

Herman José disse, numa qualquer entrevista, que não regressa aos sítios onde foi feliz. Compreendo e reconheço na afirmação uma atitude racional. Mas como eu gosto de provar certas teorias por mim mesmo e porque fui muito feliz várias vezes em sítios repetidos, eis-me na cidade que mais me encanta, a minha "cidade maravilhosa": Edimburgo. É, como em tudo o que se gosta, uma experiência relâmpago. E se adorei a cidade à primeira à segunda confirmo a minha devoção, ainda que lhe note alguma perda de limpeza e alguns toques da crise. Edimburgo já teve, aqui e ali, melhores dias, ainda assim mantém-se uma cidade impactante. Amanha lugares nunca antes visitados.

2 comentários

Comentar post

"E naquela casa, que ninguém conhecia a idade, era como se os dias não fossem dias".

Email | Blog Académico | Página Pessoal 

OS MEUS LIVROS

p-imdv.jpg

O livro está disponível para download aqui. COVER ULHT.JPG O livro está disponível para download aqui O livro está disponível para aquisição aqui O livro está disponível para aquisição através do email correio@cpcy.pt

UNS TANTOS