Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

⊙ A Morada dos Dias

{ Horizontes. Olhares. Rumos Cruzados. Palpitações. Compassos dos Dias. }

⊙ A Morada dos Dias

{ Horizontes. Olhares. Rumos Cruzados. Palpitações. Compassos dos Dias. }

22
Abr13

Lisboa-Edinburgh

À segunda vez Edimburgo é, de facto, ainda melhor. Primeiro porque sabemos o que mostrar e rever (reviver) e podemos aventurar-nos em novas margens, novos recantos e saborear o seu ritmo único. A minha paixão pela cidade está bem patente no meu livro de poemas. O compasso magistoso da cidade torna árduo o regresso a Lisboa. Não que Lisboa não tenha o seu encanto, porque tem, mas é um encanto a meio-termo, parcial, desalinhado. Edimburgo é. É a cidade organizada e com uma arquitetura monumental, mas é a cultura, é o "thanks God it's friday" que leva as pessoas de todas as idades aos bares e restaurantes, é o convívio, é o funcionamento de uma cidade e de um país. 

Estar longe de Lisboa, durante quatro dias, foi também estar longe da tirania de Vítor Gaspar, da desordem governativa, da austeridadezinha populista, em suma, de uma país que não é.

"E naquela casa, que ninguém conhecia a idade, era como se os dias não fossem dias".

Email | Blog Académico | Página Pessoal 

OS MEUS LIVROS

p-imdv.jpg

O livro está disponível para download aqui. COVER ULHT.JPG O livro está disponível para download aqui O livro está disponível para aquisição aqui O livro está disponível para aquisição através do email correio@cpcy.pt

UNS TANTOS