Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

⊙ A Morada dos Dias

{ Horizontes. Olhares. Rumos Cruzados. Palpitações. Compassos dos Dias. }

⊙ A Morada dos Dias

{ Horizontes. Olhares. Rumos Cruzados. Palpitações. Compassos dos Dias. }

12
Nov13

As Galerias do Povo.

Hoje, durante a intervenção do ministro Nuno Crato, ocorreu novo protesto nas chamadas "galerias do povo", o qual teve por desfecho o não inesperado evacuamento dos manifestantes, no caso professores. Não deixa de ser uma notícia preocupante quando falamos da designada "Casa da Democracia", a qual possui um lugar para a assistência por parte dos cidadãos, os quais podendo marcar presença não se podem manifestar (vide site da AR), a menos que seja para louvar o governo, como relembra André Couto. Excecionalidade à parte, a verdade é que o direito à expressão em sede de governo deveria ser um garante dos cidadãos. A representação por intermédio do voto gera uma falsa ilusão de participação democrática, participação essa, na verdade, a espaços. Toda esta limitação real, camuflada pela aparente intervenção pelo voto, permite significativa amplitude no exercício dos cargos políticos. Nos entretantos da impossibilitação política os governantes vão gerindo falaciosas motivações populares. Quando ouvimos em sede de Assembleia os deputados afirmarem "os portugueses sabem", "os portugueses estão convictos", entre outras, não podemos deixar de indagar de onde lhes vem tais certezas, pois que do voto esporádico não se faz pensamento popular. E é nesse jogo de fingir que os cidadãos têm voz que se vai fingindo viver a democracia. 

"E naquela casa, que ninguém conhecia a idade, era como se os dias não fossem dias".

Email | Blog Académico | Página Pessoal 

OS MEUS LIVROS

p-imdv.jpg

O livro está disponível para download aqui. COVER ULHT.JPG O livro está disponível para download aqui O livro está disponível para aquisição aqui O livro está disponível para aquisição através do email correio@cpcy.pt

UNS TANTOS