Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

⊙ A Morada dos Dias

{ Horizontes. Olhares. Rumos Cruzados. Palpitações. Compassos dos Dias. }

05
Jan14

Ler Blogues #5

Desesperançado mas com razão, Pedro Rolo Duarte sobre o ano que já foi:

 

(...) Portugal deprimiu ainda mais, a política viveu de folhetins, mentiras e farsas, e cavalgou sobre estatísticas e números, como se os números traduzissem realidades: todos sabemos que, no universo constituído por mim e pelo leitor, se eu comer uma galinha inteira, estatisticamente cada um de nós comeu meia. A estatística, no que à vida diz respeito, é a maior falácia da sociedade moderna. É a droga pesada da política: distorce a realidade à medida do desejo de quem a usa, e cria universos paralelos que servem as maiores mentiras que se queiram dizer. (...)