Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

⊙ A Morada dos Dias

{ Horizontes. Olhares. Rumos Cruzados. Palpitações. Compassos dos Dias. }

08
Mai13

A Lição da Segurança Social ou o Colapso de um País

A SEGURANÇA social portuguesa está em cuidados paliativos. Pela primeira vez, em mais de uma década, o saldo ficou negativo, na ordem dos 800 milhões de euros. Quase metade da população nacional depende da segurança social, entre pensionistas e desempregados. Esta dependência acarreta a insustentabilidade do sistema, a qual não está independente de uma falta de critério no controlo dos beneficiários - falsos desempregados, beneficiários em diferentes localidades, entre outros dolos que não necessitam ser mencionados. 

Por outro lado, este esgotamento da segurança social, ao registar pela primeira vez perdas significativas, é também sintomático da falência do modelo governativo em vigência. As falências e os despedimentos em catadupa - que surpreenderam Vitor Gaspar (imagine-se!) - estão a empurrar os portugueses para uma situação insustentável, ao mesmo tempo que os países de emigração começam a não ter capacidade de dar resposta às solicitações e encerram as suas portas. É, pois, a austeridade que está a alimentar a fogueira que consome um país. As medidas de Gaspar empurram-nos para o abismo ao som do hino germânico.