Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

⊙ A Morada dos Dias

{ Horizontes. Olhares. Rumos Cruzados. Palpitações. Compassos dos Dias. }

12
Abr14

A nostalgia de Durão.

A nostalgia tem o condão de suavizar a dureza dos factos e lamber a memória com o aroma da saudade. A nostalgia, da perspetiva política, é um perigo. Suavizando o ruim, faz deste menos mau e isso é o quanto baste para o regresso dos modelos nefastos de outrora. Agora é Durão Barroso, que apagando os avanços da educação em Portugal, do ensino do inglês, das ciências naturais, exatas e sociais, clama pela excelência da educação ao tempo do Estado Novo. A "cultura de excelência"  nas escolas, que o presidente da Comissão Europeia fala, teve muito de medo e repressão. Sabiam-se os rios, as regiões de Portugal e das colónias e a tabuada. Tudo bem decorado com a ajuda de uma régua.