Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

⊙ A Morada dos Dias

{ Horizontes. Olhares. Rumos Cruzados. Palpitações. Compassos dos Dias. }

⊙ A Morada dos Dias

{ Horizontes. Olhares. Rumos Cruzados. Palpitações. Compassos dos Dias. }

22
Jan14

Adotar o Óbvio.

Lembro-me bem do "Prós e Contras" sobre o assunto da coadoção em que Marinho e Pinto tinha por único argumento o direito - que no seu discurso se transformava/confundia com a obrigação - de uma criança a ter um pai e uma mãe, inclusive nos casos em que o pai provinha de um banco de esperma. Esta leitura fundamentalista da direita confunde direitos com imposições, e prefere que uma criança tenha um mau pai/mãe do que seja criado apenas por um dos progenitores. Ora, em rigor, no caso da coadoção estamos diante de uma situação em que o lar está já constituído, em que a criança tem, efetivamente, dois pais ou duas mães. Não há aqui uma situação hipotética mas real. Por essa razão, o argumento dos caprichos que Maria Teixeira Alves utiliza é um "pau de dois bicos", uma vez que podemos argumentar, perfeitamente, que a sua visão restrita de família e felicidade familiar é um capricho do conservadorismo. O qual, não obstante, respeito, porque o mundo pula e avança na diferença de ideias. Contudo, os dados estão aí para serem olhados com atenção. Uma pergunta final para os que defendem que o único modelo educacional é o de um pai e de uma mãe: como resolvem a questão do referencial quando nesse casal convencional o pai ou a mãe são gays apesar de heterocasados? Ou os casos em que há um pai ou mãe solteira/viúva? Obrigarão esses monoparentes a contraírem matrimónio ou o dador anónimo é forçado a assumir o parentesco?

"E naquela casa, que ninguém conhecia a idade, era como se os dias não fossem dias".

Email | Blog Académico | Página Pessoal 

OS MEUS LIVROS

p-imdv.jpg

O livro está disponível para download aqui. COVER ULHT.JPG O livro está disponível para download aqui O livro está disponível para aquisição aqui O livro está disponível para aquisição através do email correio@cpcy.pt

UNS TANTOS