Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

⊙ A Morada dos Dias

{ Horizontes. Olhares. Rumos Cruzados. Palpitações. Compassos dos Dias. }

24
Mai15

Artimanhas da coligação.

Catroga já falou na necessidade de novos cortes. O governo já deixou escapar o imperativo de cortes de 600 milhões. Percebe-se que a narrativa dos sacrifícios temporários em nome da recuperação é uma mentira. A austeridade será perpétua. Mas a coligação tem a coisa bem ensaiada, desviando a atenção para o PS, apontando-lhe o dedo como potenciais despesistas e cujo programa e promessas importam observar. Ora, existe um PM em funções que mentiu descaradamente aos portugueses, prometendo o contrário do seu programa, e que depois de eleito afirmou que com ou sem troika aquele era o caminho. O PS precisa abandonar os sentimentos de culpa do passado recente e inverter o horizonte, relembrando aos portugueses as promessas não cumpridas do governo e uma política que mais pensa nas empresas. Há que não deixar o bullying ganhar.