Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

⊙ A Morada dos Dias

{ Horizontes. Olhares. Rumos Cruzados. Palpitações. Compassos dos Dias. }

⊙ A Morada dos Dias

{ Horizontes. Olhares. Rumos Cruzados. Palpitações. Compassos dos Dias. }

11
Mai16

Jesus "Histórico"

Falar de Jesus enquanto personagem histórica implica um necessário salto de fé. Este cenário de coincidentia oppositorum, espelha bem a dimensão civilizacional da figura central do Cristianismo. Até que ponto Jesus existiu mesmo? Até que ponto Jesus não reúne todos os predicados de um conjunto de pregadores mais ou menos contemporâneos e alinhavados num todo-coerente teológico? Até que ponto a fé de Paulo de Tarso, o grande formatador do pensamento Cristão a partir das categorias de pensamento grego, num Profeta não fizeram deste uma personagem religiosa de maior amplitude do que a realmente vivenciada? Como bem afirma Rafael Galvão, "o fato de ele precisar da bênção de João Batista para se legitimar indica que aquele que transformaram em seu primo era a verdadeira grande liderança religiosa popular da época, naquele espaço específico". Aliás, diria eu, que não é mais destabilizador para um católico do que pensar em Jesus como judeu, e pensar no Deus bíblico como uma seleção de diferentes deuses da mesma área geográfica. Pior, lidar com o facto de que Deus do Antigo Testamento não é um mas vários.

Mas quem são, já agora, as pessoas que necessitam de falar de um Jesus-histórico por oposição a um Jesus-Messias? Em primeiro lugar, religiosos que na apologia de Jesus apelam à historicidade do personagem para justificar a sua existência para além da narrativa mítica. Em segundo lugar, sujeitos culturalmente católicos mas que por um processo de intelectualização ou escolha civilizacional, não são católicos convencionais mas reconhecem valor simbólico à narrativa mítica propagada pelo personagem. Em terceiro lugar, todos os que escrevem livros ou realizam documentários televisivos sobre o tal Jesus histórico e que alimentam e se alimentam o e do mercado. 

"E naquela casa, que ninguém conhecia a idade, era como se os dias não fossem dias".

Email | Blog Académico | Página Pessoal 

OS MEUS LIVROS

p-imdv.jpg

O livro está disponível para download aqui. COVER ULHT.JPG O livro está disponível para download aqui O livro está disponível para aquisição aqui O livro está disponível para aquisição através do email correio@cpcy.pt

UNS TANTOS