Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

⊙ A Morada dos Dias

{ Horizontes. Olhares. Rumos Cruzados. Palpitações. Compassos dos Dias. }

⊙ A Morada dos Dias

{ Horizontes. Olhares. Rumos Cruzados. Palpitações. Compassos dos Dias. }

18
Mai15

Violência Policial

 Há coisas que passam meio sem se dar grande importância mas cuja relevância não é de menosprezar. A violência policial que se fez notar em protestos na escadaria da Assembleia da República não se fez acompanhar de produção de culpa e castigo. Ontem, em Guimarães, a violência policial não poupou pais com crianças nem quem por ali passava, foi uma violência indiscriminada e cega. As imagens de uma criança em total desespero perante a carga policial desnecessária que foram alvo o seu pai e avô foram revoltantes e não são de fácil afastamento. O trauma que o acontecimento produz não se apaga. Mas a culpa vai-se diluir. Os níveis de democracia de um país também se avaliam assim. Há fantasmas de regime a vigorar na gestão das forças de autoridade, que ora não têm meios ora não se fazem rogados na distribuição da violência. 

"E naquela casa, que ninguém conhecia a idade, era como se os dias não fossem dias".

Email | Blog Académico | Página Pessoal 

OS MEUS LIVROS

p-imdv.jpg

O livro está disponível para download aqui. COVER ULHT.JPG O livro está disponível para download aqui O livro está disponível para aquisição aqui O livro está disponível para aquisição através do email correio@cpcy.pt

UNS TANTOS