Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

— A Morada dos Dias —

{ E naquela casa, que já ninguém conhecia a idade, era como se os dias não fossem dias }

06
Set13

O Desencanto Autárquico.

A propósito de Max Weber que falava no «desencantamento do mundo», na esteira da modernização das sociedades ocidentais em enfoque ao fenómeno religioso, dou comigo a pensar no profundo desencantamento que as eleições autárquicas se tornaram. O interminável carrossel de candidatos daqui para ali, verdadeiros saltimbancos da oportunidade carreirista, e o forcing diante do Tribunal Constitucional tornaram as Autárquicas num mapa de jogos de poder. Nestas eleições já não há pudor. Testado o povo, agora faz-se tudo às claras. Mandou-se a ética para outras esquinas e arregaçou-se as mangas para abraçar a política sem pólis.