Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


As eleições francesas parecem registar uma taxa de abstenção superior à registada em 2012. Esse facto é, sem dúvida, perturbador, quando sabemos, claramente, que o que está em causa, e muito infelizmente, não é uma questão de maior ou menor posicionamento liberal, é algo mais essencial do que isso: o retorno ou não do fascismo como modelo de governação. Só esse facto bastaria para que os franceses, gostando ou não de Macron tivessem acorrido às urnas, massivamente. Porque o silêncio nem sempre é a melhor resposta, por vezes é preciso agir para que não se torne conivência. 

Autoria e outros dados (tags, etc)




Dossier Presidenciais Brasileiras 2018


Os meus textos noutras Paragens



Pesquisar

  Pesquisar no Blog


__Gramas de Instantes__

@joaoferreiradiasphotography