Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Segundo Eduardo Pitta, as centrais sindicais francesas passaram ao lado das eleições presidenciais, nas comemorações do 1o de Maio. Nem uma palavra. O silêncio é, maioritariamente, conivência. Com ele sabemos para onde vai o substrato social francês. Usando de um termo de Arthur Danto, há um "alinhamento retrospetivo" na sociedade francesa que não augura nada de bom. De tempos a tempos "o povo" (categoria simbólica) gosta de colocar à sombra de messias.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Dossier Presidenciais Brasileiras 2018


Os meus textos noutras Paragens



Pesquisar

  Pesquisar no Blog


__Gramas de Instantes__

@joaoferreiradiasphotography