Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O catolicismo português, diluído em influências exógenas que produzem um cenário próprio, é parte do substrato nacional, enraizando-se na história da identidade nacional. Todavia, o Estado é laico, e mesmo tendo uma concordata com a Igreja Católica – justificado pela história e pelas obras sociais da Igreja –, não deve oferecer tolerância de ponte em favor de eventos religiosos católicos, sem que tal seja aplicado às demais confissões religiosas. O regime de exceção é já garantido pelos feriados religiosos.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Dossier Presidenciais Brasileiras 2018


Os meus textos noutras Paragens



Pesquisar

  Pesquisar no Blog


__Gramas de Instantes__

@joaoferreiradiasphotography