Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dias Assim

Baralhar e incluir. As cartas sem género.

Abril 17, 2021

João Ferreira Dias

© REUTERS/EVA PLEVIER

― BARALHAR E INCLUIR. AS CARTAS SEM GÉNERO — Indy Mellink desenhou umas cartas sem género, incentivada pela questão: porque um rei vale mais do que uma dama? Ora, por princípio compreendo a importância da violência simbólica, dos significados da linguagem e dos símbolos na perpetuação de desigualdades. Mas isto é, também, produto de uma «nouvelle gauche» urbana, elitista, intelectual, que se encontra desligada do quotidiano, das lutas sociais e económicas. A concreta violência doméstica ou a desigualdade salarial não se resolvem com gestos simbólicos. Não é acendendo incensos, ou dizendo "querides", que os problemas sociais desaparecem. Este movimento pseudo-vanguardista começa a parecer-se com "não têm pão, comam brioche".

Cólofon

Dias Assim é um blogue de João Ferreira Dias, escrito segundo o Acordo Ortográfico, de publicação avulsa e temática livre. Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.